Painéis fotovoltaicos foram implementados nos telhados das oito lojas da rede, gerando 25% de energia limpa e renovável

GreenYellow investe mais de R$ 18 milhões em UFVs para rede atacadista

Oito lojas da rede de atacado de autosserviço Assaí Atacadista já contam com sistemas fotovoltaicos de 4,5 MWp que produzem cerca de 25% da energia que consomem, o que representará mais de 6.600 MWh por ano, volume equivalente ao consumo de 3.400 residências. O projeto para implantação das usinas contou com investimentos de mais de R$ 18 milhões da GreenYellow, empresa especializada em Gestão Inteligente de Energia e soluções de Eficiência Energética, Energia Solar e Monitoramento.

Quanto ao viés ambiental, com instalação das UFVs as unidades deixarão de emitir futuramente 530 toneladas de CO2 na atmosfera, o que corresponde a 3 mil árvores. Assim, a parceria permite ao Assaí consolidar sua posição de frente na utilização de soluções de excelência ambiental, sustentável e viável economicamente. As primeiras unidades a receberem os telhados solares foram Rio de Janeiro, Cabo Frio e Duque de Caxias (RJ); Goiânia e Rio Verde (GO); Várzea Grande (MT); Londrina (PR) e Ananindeua (PA).

Mais do que uma tendência, a rede acompanha a crescente demanda de toda a sociedade mundial de consumir, comercializar e fazer parcerias com empresas comprometidas com a manutenção do ciclo de vida no planeta. De acordo com Marly Lopes, Diretora de Marketing e Sustentabilidade do Assaí, o objetivo do grupo é empreender uma mudança de paradigma na empresa, ao passar a utilizar soluções sustentáveis nas operações, não só no âmbito energético, mas em toda cadeia do negócio. “Ao optar pela utilização de usinas fotovoltaicas instaladas nos telhados de nossas lojas, contribuímos para o uso de soluções renováveis e limpa, reduzindo os impactos ambientais”, declarou.

Ao todo são mais de 13.900 módulos fotovoltaicos instalados nas oito unidades da rede, somando uma área de aproximadamente 28 mil/m2 para produção de energia captada dos raios solares. A primeira unidade preparada para receber os sistemas foi o Assaí Cristo Rei, em Várzea Grande, Mato Grosso. Inaugurada em 2017, a loja recebeu 1.140 painéis com potência instalada de 302 KWp, equivalente ao consumo de 240 residências, para abastecer o consumo das ilhas de refrigeração e frentes de caixa da loja. As maiores usinas solares da rede, construída em telhado, são das unidades de Goiânia e Rio Verde, em Goiás, e da cidade do Rio de Janeiro, em Jacarepaguá, com 921,6 kWp, 702 kWp e 995 kWp, respectivamente.

A UFV na unidade Jacarepaguá, Rio de Janeiro, Assaí Ayrton Sena, entrou em funcionamento em maio deste ano, com mais de 3 mil painéis em uma área de aproximadamente 6 mil m2 e potência instalada de 995 KWp. Em apenas um ano, o empreendimento deve gerar energia limpa equivalente ao consumo de 729 residências médias e deixará de emitir cerca de 110 toneladas de resíduos e CO2 na atmosfera. Em um ano, 35% da demanda por eletricidade será proveniente da energia solar, segundo estimativas da rede, que paga um aluguel para a GreenYellow pela implementação do sistema fotovoltaico.

Para o diretor presidente da GreenYellow no Brasil, Pierre-Yves Mourgue, as soluções de energia sustentáveis como as usinas solares são importantes para trazer autonomia para as empresas, a fim de manter operações cada vez mais limpas e renováveis. “O quanto a empresa respeita e faz ações de acordo com a sustentabilidade do planeta é uma questão que já está sendo discutida pelas corporações”, citando a rede Assaí como exemplo de sintonia com a filosofia de trabalho de oferecer modelos energéticos cada vez mais eficientes e sustentáveis.

 

Quer saber as notícias do Portal HVAC-R em primeira mão? Siga-nos no Twitter @portal_hvac,  Facebook @PortalHvacR, Instagram @portalhvacr e linkedin Portal HVAC-R

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *