Automação Industrial pode abrir espaço para novos empregos ao longo do tempo, afirma Mitsubishi Electric

Uma ideia frequentemente associada aos avanços da automação industrial é o impacto da tecnologia na redução de postos de trabalho. Não é difícil encontrar listas de ocupações a serem extintas, em que profissionais de diferentes áreas são retratados como agentes possivelmente substituídos pelos robôs em curto prazo.

Para a Mitsubishi Electric, uma das principais companhias de automação industrial do mundo, o cenário projetado para o futuro é bem diferente. A companhia defende que o avanço da tecnologia vai criar cada vez mais oportunidades para pessoas e que, para aproveitá-las, é necessário investir em capacitação.

“Há cada vez mais espaço, especialmente em países em desenvolvimento como o Brasil, para as profissões relacionadas à automação industrial, como técnicos, engenheiros, projetistas, desenvolvedores, programadores, entre outras. Ainda somos um país que está começando a visualizar o potencial da tecnologia dentro da operação, mas temos enorme potencial a ser explorado. Para isso, é vital a contribuição de profissionais cada vez mais qualificados dentro do nosso mercado de trabalho”, afirma Thiago Turcato, supervisor de suporte técnico da Mitsubishi Electric.

Dados do FMI ajudam a construir esse cenário: países desenvolvidos já têm taxas de desemprego em mínimas históricas (5,3%). Como complemento, informações da International Federation of Robotics mostram que países com as maiores taxas de automação e robotização das funções do trabalho como Coreia do Sul, Cingapura, Alemanha e Japão têm índice de desemprego inferior a 3,9%.

Além disso, uma pesquisa recente da McKinsey que projeta como será o mercado de trabalho em 2030 informa que o medo da ausência de emprego em razão da automação é infundado. Ao tomar como base o avanço da tecnologia ao longo do tempo, a consultoria afirma que há mudanças previstas em âmbito setorial e no nível de emprego, porém, a criação de novos postos de trabalho e funções pode ajudar a compensar esse efeito.

Capacitação é a chave

Para atuar em setores variados, é necessário que profissionais tenham uma formação cada vez mais sólida e multidisciplinar. Pensando nisso, a Mitsubishi Electric oferece conteúdos, webinars e treinamentos gratuitos para profissionais e estudantes que têm interesse em aprender mais sobre o universo da automação industrial.

“Além de fornecer soluções capazes de auxiliar diferentes empresas nesse novo momento, acreditamos que é essencial promover oportunidades de capacitação para um número cada vez maior de pessoas. Novos profissionais enfrentam um ambiente competitivo e queremos ajudá-los a conseguirem se posicionar dentro desse novo ambiente”, completa Turcato.

Ao todo, a companhia tem mais de 20 turmas presenciais para os treinamentos e inscrições abertas para cinco webinars no primeiro semestre deste ano. Os interessados podem acessar o link mitsubishielectric.com.br/protrain/ para ter acesso a todas as informações.

Quer saber as notícias do Portal HVAC-R em primeira mão? Siga-nos no Twitter @portal_hvac,  Facebook @PortalHvacR, Instagram @portalhvacr e linkedin Portal HVAC-R

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *