RGE vai investir R$ 900 mil em projeto de eficiência energética na Base Aérea de Santa Maria

O cenário energético do Comando Aeronáutico de Santa Maria está se transformando graças a uma parceria entre a instituição e o Programa de Eficiência Energética da RGE, que começará neste mês. O projeto terá investimento, por parte da distribuidora, de R$ 901 mil e prevê a substituição de 6.358 lâmpadas fluorescentes e incandescentes por novas unidades de LED e a instalação de um sistema solar fotovoltaico no local. A assinatura do Termo de Cooperação entre RGE e a Base Aérea será nesta quinta-feira, 28/02, e, a partir da execução das ações, a estimativa é que o Comando Aeronáutico tenha uma redução de R$ 176 mil nas faturas de energia a cada ano.

Os novos equipamentos permitirão uma economia de 426,92 MWh/ano e uma redução de 35,91 kW na demanda de ponta. Além da economia financeira direta na conta de energia, as lâmpadas de LED (Light Emitting Diode ou Diodo Emissor de Luz) também demandam menos custos de manutenção. As lâmpadas de LED, além de serem até 80% mais econômicas que as antigas, duram cerca de três vezes mais horas. Já o sistema fotovoltaico é constituído por placas que captam a luz do sol e, a partir disso, geram energia elétrica.

Segundo o gerente de Eficiência Energética da distribuidora, Felipe Zaia, o projeto também tem como benefício a disseminação da cultura do consumo consciente de energia elétrica através de novas tecnologias. “O Programa de Eficiência Energética da RGE – e de todas as demais distribuidoras do Grupo CPFL – busca exatamente introduzir, em determinados estabelecimentos e órgãos, equipamentos e ações capazes de otimizar os custos com energia elétrica. Fazemos isso cotidianamente em hospitais e instituições do poder público. Agora, na Base Aérea de Santa Maria, teremos uma importante substituição de lâmpadas menos eficientes por tecnologia LED e a instalação do sistema fotovoltaico de energia”, destaca Zaia.

Essa ação também fortalecerá os projetos que já estão sendo desenvolvidos através da Comissão Interna de Gestão de Energia do Comando Aeronáutico (Ala 4) seguindo as diretrizes do Programa Eficiência Energética do Comando da Aeronáutica. Para a execução dos projetos, houve capacitação interna dos funcionários que irão atuar diretamente nas ações de eficiência. Além disso, também estão acontecendo trocas de experiências com a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), onde, no ano passado, também começou a ser executado projeto de eficiência em parceria com a RGE.

Fonte: Procel Info

Quer saber as notícias do Portal HVAC-R em primeira mão? Siga-nos no Twitter @portal_hvac,  Facebook @PortalHvacR, Instagram @portalhvacr e linkedin Portal HVAC-R

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *