Avalara aponta IA, cloud e automação de processos como tendências para área fiscal

Especialista esclarece sobre a importância de escolher parceiros especializados

Gestores tributários, empresários e contadores de todo o País já estão acostumados: entra ano, sai ano e as exigências de todas as esferas do Governo e de outros órgãos não param de sofrer alterações. Para sobreviver nessa dinâmica, muitos líderes têm se apoiado em soluções de tecnologia, garantindo compliance, controle das rotinas e agilidade na gestão do negócio, com ótima relação custo-benefício no médio e longo prazo. “A tendência é que em 2019 o foco de TI esteja muito mais voltado para eficiência e inteligência artificial. Noto muitas empresas buscando melhorar seus processos internos”, ressalta Alannes Moura, diretor de produtos da Avalara.

Alannes explica que o uso da inteligência artificial facilita a atualização fiscal das soluções, permitindo que as fontes tributárias sejam mais precisas, abrangentes e atualizadas. “Coletar novas alterações de conteúdo e rastreamento é um processo muito trabalhoso, quando feito manualmente. Hoje, as empresas podem buscar parceiros que ofereçam soluções de gestão fiscal com base em inteligência artificial e um massivo banco de dados de conteúdo tributário, incluindo códigos e classificações internacionais de produtos, regras de tributação, condições de isenção, isenção fiscal, jurisdições, limites, alíquotas de impostos, limiares e requisitos de registro, conformidade e preparação de relatórios e arquivamento”.

O executivo ressalta que, para ganhar em eficiência dentro da área fiscal, os gestores tributários, empresários e contadores devem ficar atentos a quatro tendências:

  1. Automação dos processos – Essa iniciativa reflete na diminuição de erros e no aumento da produtividade, além de evitar inconformidades diante dos órgãos do governo. Outra vantagem está na liberação de membros da equipe interna para assumir atividades mais consultivas e estratégicas.
  2. Software de gestão fiscal – Têm como principal benefício acelerar e facilitar as entregas das mudanças tributárias. A partir do monitoramento da legislação, as soluções de gestão fiscal identificam as alterações e trabalham assertivamente para disponibilizá-las para os líderes em tempo hábil. As empresas que não usam esse tipo de software tendem a encontrar mais dificuldade para identificar as mudanças, disseminar o conhecimento dentro das equipes e colocar em prática as alterações. Além disso, as áreas de negócios das empresas perdem muito tempo no acompanhamento das alterações fiscais e de seus impactos.
  3. Computação na nuvem – Em um cenário desafiador e em constante mudança, como o das regulamentações fiscais, a cloud computing é uma importante solução para as empresas que precisam ganhar em agilidade, escalabilidade e no rápido atendimento às exigências dos órgãos governamentais. Sem contar que a nuvem é o ambiente perfeito para promover a integração entre soluções, automação e controles.
  4. Segurança da informação – Outro ponto importante relacionado às questões fiscais diz respeito à segurança das informações e isso está bem tratado na cloud computing. Apesar de tratar-se de sistemas que podem ser acessados por qualquer pessoa credenciada, a qualquer momento e de qualquer parte do mundo, empresas que oferecem serviços em nuvem fazem constantes investimentos em tecnologia e na contratação de equipe qualificada para garantir a integridade dos dados. A tecnologia hoje tem um grande número de funcionalidades para identificar o usuário e seus acessos de forma assertiva usando autenticação de dois fatores, logon únicos e outras soluções robustas.

Para contratar qualquer uma das soluções citadas, é fundamental que o líder de negócio busque o apoio de um parceiro especializado. O ideal é que este parceiro atue como um consultor, identificando a necessidade do negócio, propondo ajustes de processos e, por fim, implementando a solução.

Quer saber as notícias do Portal HVAC-R em primeira mão? Siga-nos no Twitter @portal_hvac,  Facebook @PortalHvacR, Instagram @portalhvacr e linkedin Portal HVAC-R

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *