Novo material e processo de fabricação usa o calor do sol para economizar energia renovável

Mundo afora, apesar do boom que a energia solar atingiu, se considerarmos o cenário geral, seu emprego ainda é abaixo do esperado e seu custo de armazenamento pode ser o principal fator limitante. Porém, essa é uma barreira que está prestes a ser derrubada.

Uma equipe da Universidade de Purdue, em Indiana, Estados Unidos, desenvolveu um novo material e processo de fabricação que trabalha de maneira conjunta na otimização de manutenção do calor e geração de eletricidade. “O armazenamento de energia solar como calor já pode ser mais barato do que o por meio de baterias. O próximo passo é reduzir o custo de produção de eletricidade, com o benefício adicionado de zero emissões de gases de efeito estufa”, explica Kenneth Sandhage, professor da Purdue.

As novidades reforçam ainda mais as funcionalidades da energia solar, que vão muito além da simples geração de eletricidade por meio de painéis fotovoltaicos, indo até mesmo à plantas de usinas que funcionam a base de energia térmica e convertem esse bem natural para utilização por meio de espelhos ou lentes para concentrar uma grande quantidade de luz em uma pequena área gerando calor. A partir daí temos sua transferência para um fluido de “trabalho”, que se expande e funciona para girar uma turbina para geração de eletricidade.

A partir de muitos estudos, os pesquisadores criaram placas de cerâmica-metal, que possuem canais personalizáveis por adequar a troca de calor. Ensaios mecânicos realizados pela equipe de Edgar Lara-Curzio em testes no Oak Ridge National Laboratory e de corrosão pelo time de Mark Anderson da Wisconsin-Madison ajudaram a mostrar que a novidade pode ser adaptada com sucesso para suportar temperaturas mais elevadas e a alta pressão do dióxido de carbono.

A pesquisa, em colaboração com o Georgia Institute of Technology, a Universidade de Wisconsin-Madison e o Oak Ridge National Laboratory, foi publicada na revista Nature, celebrando os 150 anos da Purdue e seus grandes avanços em relação a economia sustentável e saúde do planeta.

Quer saber as notícias do Portal HVAC-R em primeira mão? Siga-nos no Twitter @portal_hvac,  Facebook @PortalHvacR, Instagram @portalhvacr e linkedin Portal HVAC-R

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *